Entre resultados alcançados destacam-se os mapas geológicos e recursos minerais com principais minas, garimpos e ocorrências.

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) acaba de lançar ao setor mineral o Informe de Recursos Minerais sobre a Área Seridó-Leste, extremo nordeste da Província Borborema, no Rio Grande do Norte e Paraíba. Segundo divulgado pelo CPRM, os dados apresentados no estudo fazem parte do projeto Metalogenia das Províncias Minerais do Brasil: área entre Rio Grande do Norte e Paraíba.

“O projeto Metalogenia das Províncias Minerais do Brasil estabeleceu como meta geral contribuir para o entendimento do potencial e vocação metalogenética das diferentes províncias geológicas que abrangem o território nacional, fomentando, assim, a exploração mineral”, destaca o diretor-presidente Eduardo Ledsham.

A área de Seridó-Leste foi selecionada para o estudo devido à vocação mineira histórica da Província Mineral do Seridó para tungstênio, molibdênio, ouro, cobre, ferro, tântalo e nióbio.

Além disso, a recente descoberta de rochas de idades arqueanas com mineralizações associadas a ouro e ferro também chamaram a atenção para o potencial do local. O bloco é formado por 10 folhas na escala 1:100.000 perfazendo uma área de 30.000km² (Bloco Seridó Leste).

Conforme informações do CPRM, a publicação tenta ser o início do preenchimento de uma lacuna existente na área metalogenética dessa porção da Província Borborema, à medida em que, além de disponibilizar uma carta geológica, também fornece uma carta de Recursos Minerais e Associações Tectônicas. Entre os principais resultados alcançados destacam-se a confecção e publicação dos mapas geológicos e recursos minerais e de associações tectônicas desse bloco com destaque para as principais minas, garimpos e ocorrências.

O informe é um empreendimento ligado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PACII) do Governo Federal, denominado Avaliação do Potencial dos Minerais Estratégicos do Brasil, dentro da ação Avaliação dos Recursos Minerais do Brasil, que integra o programa Gestão Estratégica da Geologia, da Mineração e da Transformação Mineral.

“Com mais este lançamento, a CPRM – Serviço Geológico do Brasil cumpre seu papel de induzir o desenvolvimento socioeconômico regional e setorial por meio da atualização do conhecimento geológico e dos recursos minerais do Brasil”, finaliza o diretor-presidente Eduardo Ledsham.

Acesse à publicação!

Com informações do CPRM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui