Agora companhia aguarda a aprovação, em caráter definitivo, junto aos bancos japoneses e aos debenturistas.

A Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais (Usiminas) obteve, dos bancos privados brasileiros e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, a dispensa da obrigatoriedade de realização de permuta das notas, com vencimento em 2018, emitidas por sua subsidiária Usiminas Commercial. A informação foi divulgada pela empresa na manhã desta segunda, 3, complementando o comunicado anterior do dia 23 de junho.

Segundo informado à época, a Usiminas suspendia a troca de notas prevista na renegociação das dívidas, realizada em outubro de 2016. Nos termos, a companhia havia assumido o compromisso de pagar 50% do valor das notas em janeiro de 2018 e renegociar os 50% restantes por meio da oferta de permuta.

Contudo, para efetivação da decisão da Usiminas era necessária a aprovação dos bancos brasileiros. Com essa aprovação, a companhia precisará somente da obtenção, em caráter definitivo, de dispensa junto aos bancos japoneses e aos debenturistas.

“Os bancos japoneses e os debenturistas, por sua vez, concederam uma extensão do prazo para realização da Oferta de Permuta até 31.08.2017, para permitir a avaliação da dispensa definitiva da obrigatoriedade de realização da Oferta de Permuta”, diz o comunicado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui