Dados liberados pelo Escritório Nacional de Estatísticas demonstram alta do PIB, produção industrial e construção civil.

Se depender do ritmo de crescimento chinês e da consequente demanda por ferro e aço, a mineração brasileira pode comemorar os dados liberados pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, em inglês) referentes ao segundo trimestre do país asiático.

O Produto Interno Bruto (PIB) manteve o crescimento de 6,9% registrado no primeiro trimestre superando, no entanto, em um ponto percentual as previsões do mercado.

Os dados da produção industrial também apontam para as boas expectativas futuras. Em junho, houve alta de 7,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já, em comparação ao mês de maio deste ano, o crescimento foi de 6,5%, segundo o NBS. Em relação ao mês anterior, a produção industrial aumentou 0,81% em junho, crescimento maior que o registrado em maio: 0,51% de crescimento sobre abril.

Na área da construção civil o crescimento foi de 8,6% nos primeiros seis meses de 2017, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Com isso, especialistas acreditam que o país terá condições de atingir a meta de crescimento do ano de 6,5%.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui