Com resultados menores no primeiro semestre e previsão de manutenção em linha férrea no segundo semestre, australiana reduz meta anual.

A australiana Rio Tinto apresentou na segunda, 17, os resultados do segundo trimestre de 2017, demonstrando números negativos. A produção de ferro no segundo trimestre deste ano ficou em 79,8 milhões de toneladas, uma queda de 1% em comparação ao mesmo período de 2016. Analisando os resultados do semestre, a queda foi de 2%, em comparação com o mesmo semestre do ano anterior, com 157 milhões de toneladas produzidas.

Os embarques da commodity somaram 77,7 milhões de toneladas entre abril e junho de 2017, queda de 6% em relação ao mesmo período de 2016, enquanto nos primeiros seis meses do ano as entregas caíram 3%, para 154,3 milhões de toneladas.

“Os embarques de minério de ferro foram impactados por uma aceleração em nosso programa de manutenção de ferrovias, após um clima ruim no primeiro trimestre”, diz a companhia em comunicado, informando ainda que a previsão de embarques de minério de ferro para 2017 é de cerca de 330 milhões de toneladas, frente aos resultados do primeiro semestre e à manutenção de trilhos prevista para o segundo semestre. Anteriormente, a previsão era de 330 a 340 milhões de toneladas.

Ainda segundo a Rio Tinto, as negociações de venda da Coal & Allied, após uma oferta melhorada da compradora preferencial Yancoal, no valor de US $ 2,69 bilhões, deverá ser concluída no terceiro trimestre de 2017.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui