Conversão de ações da Vale chega a 84,4%

0
2050
Resultado da Conversão Voluntária de Ações Preferenciais da Vale atinge 84,4% - Foto: Agência Vale.

Com as mudanças, empresa pretende pulverizar o capital e otimizar a governança.

A conversão voluntária de ações preferenciais atinge 84,4% do total de ações, extrapolando percentual mínimo. O prazo para acionistas converterem suas ações preferenciais (Vale5) em ações ordinárias (Vale3) de emissão e/ou permutar suas ações preferenciais por ações ordinárias terminou a sexta-feira, 11.

O prazo foi finalizado após a empresa registrar o número necessário de adesões de investidores à conversão de suas ações para a reorganização societária que vai pulverizar o capital da companhia.

Segundo a Vale, um total de 1.660.581.830 ações preferenciais (incluindo as ações preferencias representadas por ADSs preferenciais), que correspondente a 84,4% das ações preferenciais em circulação (excluindo ações em tesouraria), foram entregues para conversão ou permuta.

Com isso, o número de ações preferenciais para conversão ultrapassou a adesão mínima de 54,09% das ações preferenciais em circulação. Alcançar esse valor mínimo era uma condição necessária para a eficácia das deliberações aprovadas na Assembleia Geral Extraordinária da Vale no mês de junho, relativas à reestruturação societária da companhia e mudanças na governança corporativa.

Com a mudança, cada ação preferencial será convertida em 0,9342 de uma ação ordinária.

A intenção da empresa é fazer com que as ações preferenciais não existam mais, de forma a atender à condição para listagem no Novo Mercado da Bolsa de São Paulo (B3), de uma governança mais rígida.

A proposta também prevê a incorporação da Valepar, controlada por Bradesco, Mitsui e os fundos Funcef, Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobras) e Funcesp (Cesp), à Vale, eliminando o bloco de controle. O acordo limita a 25% a participação máxima de um único acionista na empresa. O investidor que quiser ter mais do que isso terá de fazer oferta para comprar a fatia de todos os demais.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado, que superou as nossas melhores expectativas. Foi dado um importante passo para que possamos transformar esta companhia na “corporation” que todos queremos que ela seja, uma empresa com os mais altos padrões de governança”, afirma o diretor presidente da companhia, Fabio Schvartsman.

A Vale informa ainda que na tarde de hoje, 14, conferências telefônicas serão realizadas com investidores e jornalistas para comentar o processo de conversão de ações e os próximos passos da reestruturação societária.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui