Senai e Votorantim fazem parceria para reaproveitar rejeitos

0
1803
Planta Piloto de Extração de Metais consegue separar metais de rejeito por meio do calor - Foto: Divulgação Senai.

Por meio da pirometalurgia, planta piloto consegue separar metais valiosos de resíduos minerais e industriais.

A Votorantim Metais e o Senai Cimatec estão desenvolvendo, em parceira, uma planta piloto para reaproveitar rejeitos minerais. A Planta Piloto de Extração de Metais foi criada com o objetivo de recuperar metais valiosos que se perdem em resíduos da mineração e da siderurgia.

O projeto está localizado no polo industrial da cidade de Simões Filho, na Bahia. A iniciativa recebeu o investimento de R$ 3 milhões da parceria e, segundo as entidades envolvidas, irá servir como base de pesquisas e testes para o setor mineral e também para a área de sucatas e eletrônicos. A planta também conta com recursos da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

No local, é utilizada tecnologia pirometalúrgica que possibilita a separação do metal dos resíduos. O processo consiste na queima dos resíduos em altas temperaturas para que, por meio de transformações químicas e físicas, os minérios sejam separados e extraídos.

Segundo o gerente da área de desenvolvimento de produtos industriais do Senai Cimatec, André Oliveira, a planta conta com um viés sustentável. “Ela pode ser utilizada para pesquisas e testes para um grande espectro de resíduos das áreas de mineração e sucata eletrônica. O seu conceito está fortemente amparado na sustentabilidade, pois, ao mesmo tempo em que consegue reduzir impactos ambientais, agrega valor aos resíduos”, explica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui