Os principais temas a serem mostrados pela empresa serão o projeto Libra e os resultados obtidos no pré-sal brasileiro.

Começa nesta terça (24), no Rio de Janeiro, a Offshore Technology Conference (OTC), um dos eventos mais importantes de petróleo da indústria offshore mundial. O presidente da Petrobras, Pedro Parente, participa da abertura do evento, e vai mostrar o desenvolvimento do projeto de Libra, além dos resultados obtidos no pré-sal da Bacia de Santos. Este ano a OTC Brasil será integrada à Rio Pipeline, maior encontro especializado em dutos do país.

A Petrobras vai apresentar 47 trabalhos de seus representantes ao longo da conferência. Os temas vão abordar diferentes focos como os desafios envolvidos no descomissionamento de plataformas, as novas tecnologias aplicadas na recuperação dos campos maduros e a primeira completação inteligente a poço aberto no pré-sal brasileiro.

“A OTC Brasil traz para o Rio de Janeiro a edição de uma das mais relevantes conferências internacionais da indústria de petróleo. Será uma grande oportunidade de compartilharmos conhecimento e debatermos temas estratégicos que poderão pavimentar os próximos passos de nosso setor”, afirmou à Agência Petrobras o coordenador do programa técnico da OTC Brasil e gerente geral de Engenharia Submarina da Petrobras, Felipe Matoso.

Programação

O evento ocorre no Riocentro até quinta-feira (26). Na tarde de hoje, a gerente executiva de Sistemas Submarinos, Cristina Pinho, irá moderar a sessão “Novas Alianças no Mercado Subsea: o que os operadores podem esperar?”. Pela Rio Pipeline, o presidente da Transpetro, Antônio Rubens Silva Silvino, apresenta o painel sobre o setor de midstream no Brasil, que será moderado pelo diretor de Refino e Gás Natural da Petrobras, Jorge Celestino Ramos.

Na quarta, a palestra “Desenvolvimento de Libra” será um dos destaques, com participação do gerente geral, Orlando Ribeiro, entre outros executivos, que mostrarão os desafios envolvidos na viabilização da produção dessa área. No mesmo dia, o diretor da Transpetro Paulo Penchiná, apresentará a sessão “Oportunidades para novos players na área de dutos offshore” na Rio Pipeline.

No último dia, o gerente executivo de Águas Ultraprofundas, Joelson Mendes, e equipe, estarão à frente da sessão “1 bilhão de barris acumulados: conceitos, implementação e primeiros resultados”, que dará um panorama sobre os avanços obtidos no pré-sal da Bacia de Santos.

Nesse mesmo dia, o gerente executivo de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, Roberto Murilo, irá moderar a sessão “Virada digital: surfando nessa onda para a garantia dos projetos de E&P”. No encerramento da conferência, a diretora de Exploração e Produção, Solange Guedes, será a moderadora da sessão “Estratégias de E&P para alcançar sucesso em um cenário de baixos preços de petróleo”.

Com informações da Agência Petrobras.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui