Barragem da Mina Casa de Pedra.

Ação faz parte do plano de segurança que a empresa deve colocar em prática em Congonhas (MG), por determinação do Ministério Público.

A CSN Mineração e a Defesa Civil realizaram no último domingo (26/11) a primeira simulação de emergência da Barragem Casa de Pedra, em Congonhas (MG). A proposta contou com todo o processo necessário para minimizar os problemas, em um possível acidente de rompimento da estrutura: acionamento de sirenes, medição de deslocamento entre a área de impacto e o ponto de encontro mais próximo e verificação da sinalização com placas indicando as rotas de fuga.

Em outubro, a Barragem Casa de Pedra chegou a ser autuada pelo Ministério Público e Ministério do Trabalho, devido a problemas estruturais identificados. A ação, faz parte do plano de segurança que a empresa deve colocar em prática, por determinação do MP. O órgão também exige que a CSN apresente um novo estudo de estabilidade da barragem.

“O teste de hoje foi muito importante, pois foi possível identificar os pontos de aperfeiçoamento. Por se tratar de um plano dinâmico, a empresa fará adequações constantemente. Durante a execução do exercício, 50 colaboradores da CSN, que foram capacitados para participar desse momento, estavam nas ruas analisando alguns itens como o volume das sirenes e colhendo a opinião de moradores”, informou a CSN, por meio de comunicado.

Sirene de emergência instalada próximo à Mina Casa de Pedra. Foto: Arquivo CSN.

Nesta terça-feira (28/11), representantes da Companhia e de órgãos como Defesa Civil, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria de Gestão Urbana, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, além de liderança comunitária, vão se reunir para avaliar os dados e outras variáveis que podem influenciar na comunicação, em caso de acidente.

Participaram da ação: o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Defesa Civil Estadual, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério do Trabalho, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria de Trânsito, líder comunitário do bairro Residencial, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD) e o Núcleo de Emergência Ambiental (NEA).

De acordo com a CSN Mineração, outros simulados serão feitos com a comunidade, com divulgação prévia na região.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui