Governo de Minas quer vender parte da Codemig

0
2043
Foto: Reprodução Internet.

Atualmente, a empresa detém 25% nos lucros da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

O governo de Minas Gerais encaminhou na quarta-feira (29) para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), um projeto de lei que prevê a venda de 49% da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), empresa que tem uma participação de 25% nos lucros da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

O documento será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da ALMG. Na proposição, o controle da Codemig, que é constituída por uma sociedade anônima, também não poderá ser transferido sem autorização legislativa. Segundo o governador do estado, Fernando Pimentel, a intenção é gerar uma capitalização da companhia e a diversificação das fontes de recursos investidos no desenvolvimento econômico do Estado.

“Esse projeto tem o intuito de deixar a Companhia preparada em caso de uma eventual oferta para compra de suas ações. Nesse caso, o Estado teria a possibilidade e estaria autorizado, no seu interesse e na sua conveniência, a alienar parte das ações da Codemig, sempre assegurando e preservando o controle estatal, resguardando o limite mínimo de 51% das ações”, explica nota da instituição.

Segundo a Codemig, caso o projeto seja aprovado, uma administração feita por meio de uma “sociedade de economia mista” irá possibilitar a capitalização e a variedade de fontes de recursos, provenientes de investidores privados, juntamente com os recursos estatais.

“O Estado teria a possibilidade e estaria autorizado, no seu interesse e na sua conveniência, a alienar parte das ações, sempre assegurando e preservando o controle estatal, resguardando o limite mínimo de 51% das ações. A abertura do capital para investidores privados também favorece ampliar a moralidade e a transparência na gestão dos recursos que estão sob responsabilidade da Codemig”, afirma a entidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui