R$ 650 milhões serão repassados na próxima quinta-feira e R$ 800 milhões já foram devolvidos.

Na próxima quinta-feira (7), o Ministério público Federal vai promover uma cerimônia onde será devolvido à Petrobras R$ 650 milhões. Segundo comunicado da petrolífera, o valor foi recuperado por meio de acordos de colaboração e de leniência celebrados no âmbito da operação Lava Jato.

Essa será a maior quantia já devolvida em uma investigação criminal no país. Estarão presentes o presidente da Petrobras, Pedro Parente, e representantes da Justiça Federal, Polícia Federal e Receita Federal, entre outras autoridades.

De acordo com a estatal, além desse valor, a companhia já havia recuperado R$ 800 milhões advindos do esquema de corrupção investigado pela operação.

Lava Jato

De acordo com informações do MPF ao portal G1, os crimes denunciados envolvem o pagamento de propina no valor de R$ 6,4 bilhões. Mais de R$ 10 bilhões são alvo de recuperação por acordos, sendo R$ 756,9 milhões objeto de repatriação e R$ 3,2 bilhões em bens bloqueados dos réus.

A operação foi deflagrada em março de 2014 e, desde então, 1.765 procedimentos foram instaurados, sendo 881 mandados de busca e apreensão, 222 de condução coercitiva, 101 de prisões preventivas, 111 prisões temporárias e seis prisões em flagrante. Também foram expedidos 340 pedidos de cooperação internacional, sendo 201 ativos para 41 países e 139 passivos com 31 países, segundo o G1.

Ainda conforme o portal de notícias da Globo, outros 158 acordos de colaboração premiada foram firmados com pessoas físicas, além de dez acordos de leniência e um termo de ajustamento de conduta. Ainda foram feitas 67 acusações criminais contra 282 pessoas.

Das acusações, 37 já tiveram sentença pelos crimes de corrupção, tráfico transnacional de drogas, organização criminosa, lavagem de ativos, crimes contra o sistema financeiro internacional, entre outros.

Com informações do portal G1.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui