Importações também apresentaram alta; dados foram divulgados nesta quinta-feira (7).

Placas de aço, frutas e produtos siderúrgicos encabeçam a lista dos produtos que apresentaram destaque na movimentação do Porto do Pecém, no Ceará. Os materiais atingiram a marca de 2.340.538 toneladas, 168.136 t e 121.511 t, respectivamente. De acordo com comunicado divulgado pela Companhia de Integração Portuária do Ceará, os materiais contribuíram para o crescimento da movimentação acumulada de 2017, que foi 45% acima do mesmo período no ano passado, com 14.329.188 toneladas.

As exportações subiram 97%, chegando a 3.560.420 t de janeiro a novembro. Já as importações cresceram 33%, resultado puxado pelo carvão mineral (4.619.756 t), gás natural (634.829 t) e produtos siderúrgicos (204.803 t).

A movimentação de contêineres foi de 110.162 unidades. Essa quantidade representou um crescimento de 16% em relação ao mesmo período de 2016.

“Vivemos um ótimo momento no cenário internacional, estamos tendo visibilidade e potencializando isso para os negócios, com a exportação de produtos de excelente qualidade produzidos no Ceará e em estados vizinhos. Ao mesmo tempo em que somos porta de entrada para as importações que têm outros destinos a partir do Pecém. Tudo isso se reflete em desenvolvimento para o nosso Estado”, afirmou o presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), Danilo Serpa.

Segundo a Companhia, a navegação entre portos brasileiros cresceu 64%, em relação ao mesmo período de 2017, devido, principalmente aos desembarques de minério de ferro (3.785.941 t), produtos siderúrgicos (295.999 t) e arroz (185.558 t).

Destacaram-se também os embarques de farinha de trigo (113.551 t), sal (112.164 t), cimentos (59.629 t) e placas de aço (41.359 t).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui