Petrolífera saudita prevê investir US$ 414 bi no setor

0
4122
Uma das plantas da Saudi Aramco - Foto: Hassan Ammar/AFP via Getty Images.

Investimento é um dos maiores previstos pela companhia. A Arábia Saudita é o segundo país do mundo com as maiores reservas de petróleo já descobertas.

Uma das maiores petrolíferas da Arábia Saudita, a Saudi Aramco, planeja aumentar seus investimentos para US$ 414 bilhões ao longo dos próximos dez anos. O valor será direcionado para gastos com infraestrutura e perfuração, devido ao movimento da companhia para novos negócios, conforme informado pela agência de notícias Reuters.

De acordo com o CEO da companhia, Amin Nasser, o plano é maior que o projetado no ano passado, de US$ 334 bilhões até 2025. “Estamos em vários setores agora”, disse Nasser, a jornalistas, no intervalo de uma conferência da indústria na Arábia Saudita.

Dos US$ 414 bi, parte já tem destinação certa: US$ 134 bi serão gastos com serviços de perfuração e relacionados, e US$ 78 bi para se manter como potencial produtor de petróleo.

Diversificação

Embora esteja investindo pesado no setor de petróleo, a Saudi Aramco planeja diversificar as operações. A empresa criou um departamento de renováveis para desenvolver projetos eólicos e solares.

Outra novidade, conforme informado pela Revista Mineração, foi um acordo firmado com a  Saudi Basic Industries (SABIC), especializada em produtos petroquímicos, para a instalação de uma planta de refino ao custo de US$ 20 bilhões. As empresas afirmam que a instalação petroquímica será a maior do mundo.

O projeto também é parte de um esforço do governo saudita de diversificar a economia além da exportação de petróleo bruto. O objetivo é desenvolver indústrias de manufatura, incluindo produtos químicos, após o investimento privado ter desacelerado no país nos últimos anos, devido aos baixos preços do petróleo.

 Com informações da Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui