Interrupção ocorre devido a ordens do governo para diminuir índice de poluição.

A maior produtora de cobre da China, Jiangxi Copper, interrompeu a produção depois que o governo local determinou restrições para reduzir a poluição. De acordo com informações da agência de notícias Bloomberg, a companhia recebeu a ordem no fim da tarde de segunda-feira (25) e a paralisação deve ser de pelo menos uma semana, até que uma nova avaliação seja feita para calcular os níveis locais de poluição.

Atualmente, a empresa tem capacidade produzir 1,08 milhão de toneladas de cobre por ano na província do Sudeste. De acordo com a Bloomberg, a companhia continua negociando com o governo uma interrupção apenas das operações de fundição e não as de refino, para que as perdas sejam minimizadas.

Afim de melhorar seus índices de sustentabilidade, a China vem intensificando uma campanha contra a contaminação ambiental, ampliando para outras províncias as restrições impostas à produção em 28 cidades do Norte no inverno.

Além da Jiangxi Copper, a segunda maior produtora de cobre do país asiático, Tongling Nonferrous Metals Group, também teve suas atividades afetadas pela medida do governo. No início do mês, a companhia anunciou que suspenderia até 30% da capacidade de fundição em seu principal centro de produção, na província oriental de Anhui, após uma ordem semelhante.

De acordo com a Bloomberg, os cortes ocorrem em um momento em que as fundições chinesas planejam retomar as negociações com mineradoras no exterior sobre as taxas de processamento de 2018 no próximo mês. Os limites à produção reduziriam a demanda de concentrado das fundições e apoiariam a posição delas nas negociações anuais.

Com informações da Bloomberg.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui