Resultado foi obtido em novembro, com a movimentação de 119,96 milhões de toneladas.

O ano ainda não terminou, mas o Porto de Santos bateu, em novembro, recorde anual de movimentações de cargas, ultrapassando o resultado dos doze meses obtido em 2015. De acordo com estatísticas da Gerência de Estatísticas da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), 119,96 milhões de toneladas passaram pelo cais em 2017, contra 119,93 milhões do recorde anterior.

A movimentação tem sido alavancada pelo agronegócio, mas também destaca-se a movimentação de contêineres, que representa 34% do total, demonstrando uma diversificação de cargas que passam pelo porto.

O mês de novembro também registrou recorde absoluto, com o maior crescimento mensal registrado entre um ano e outro. No total, houve uma elevação de 40,6% de acréscimo em relação ao mesmo mês de 2016, sendo um aumento de 49,1% nas exportações e 25,2% nas importações.

No acumulado de janeiro a novembro, as exportações ultrapassaram 86,81 milhões de toneladas, contra 76,15 milhões/ton em 2016, um aumento de 14%. “O complexo soja, com um crescimento de 13,6%, foi o item mais exportado, com 21,04 milhões de toneladas, seguido de açúcar (19,63 milhões t, crescimento de 4,1% em relação ao acumulado em 2016, quando a marca foi de 18,85 milhões de toneladas). O milho foi o 3º produto mais embarcado, com 12,69 milhões de toneladas”, informou a Codesp, por meio de nota.

Já as importações no período foram de 33,14 milhões de toneladas, crescimento de 13,2% em relação a 2016. O adubo foi o produto mais movimentado, com 3,70 milhões de toneladas, um crescimento de 21,2%. Em segundo lugar estão as importações de óleo diesel, com 2,43 milhões de toneladas e um aumento de 43,9% em relação ao acumulado de 2016.

O Porto de Santos alcançou em novembro de 2017 a marca de 28,2% de participação na balança comercial brasileira. De acordo com os dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o Porto de Santos comercializou US$ 95,4 bilhões no ano de 2017. O total nacional foi de US$ 338,3 bilhões no período.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui