País asiático está comprando mais matéria-prima para estimular a indústria do aço.

As importações de minério de ferro pela China caíram 11% em dezembro em relação a novembro. Por outro lado, de acordo com informações divulgadas pela agência de notícias Reuters, as compras apresentaram uma alta recorde, pois o país está adquirindo mais matérias-primas para impulsionar a produção de aço.

Segundo dados da Administração Geral de Alfândegas, as importações em dezembro caíram para 84,14 milhões de toneladas, contra 94,54 milhões em novembro. No entanto, no acumulado do ano, elas subiram 5%, atingindo um recorde de 1,075 bilhão de toneladas, ultrapassando 1 bilhão de toneladas pelo segundo ano.

De acordo com a Reuters, as usinas de aço no país asiático elevaram a produção apoiadas por uma forte recuperação nos preços do aço. A alta impulsionou os lucros ao maior nível em quase 20 anos.

“As grandes mineradoras expandiram sua produção e seus embarques, enquanto o combate da China a fundições ilegais que utilizavam sucata para produzir impulsionou a demanda por minério de ferro do exterior. O apetite por minério de ferro importado pelas usinas de aço chinesas segue forte”, disse, à Reuters, o analista da CRU, Wang Di, em Pequim.

Com informações da Reuters.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui