Grupo australiano quer investir R$ 4,5 bi em mineração no PI

0
4662
Governador de Piauí, Wellington Dias e autoridades, se reúnem com representantes da Riverbank Resources Mineração Ltda, grupo australiano que quer investir no estado. Foto: Jorge Bastos.

Estudos de viabilidade foram entregues para o governo do estado, que deve dar um parecer em até dez dias.

O Piauí deve receber investimentos de US$ 1,5 bilhão, o equivalente a mais de R$ 4,5 bilhões em projetos de extração mineral. Nesta semana, representantes da empresa australiana Riverbank Resources Mineração Ltda se reuniram com o governador Wellington Dias, para conversar sobre a instalação de uma mina de exploração e uma indústria siderúrgica no sudoeste do estado.

A comitiva de empresários entregou ao governador estudos realizados na região de Anísio de Abreu e uma proposta de implantação. As análises foram acompanhadas pelas secretarias de Estado da Mineração, do Desenvolvimento Econômico e pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Com a instalação da mina, o Piauí conseguirá suprir toda a necessidade de produção de aço para o consumo interno e também poderá vender para outros estados brasileiros. A expectativa é que o projeto gere em torno de mil empregos diretos e três mil indiretos.

De acordo com o governador do Piauí, a partir de agora um grupo de trabalho irá analisar a proposta entregue pelos australianos e, em cerca de dez dias, irá apresentar a viabilidade do projeto.

“O que eles querem é solução para regularização da terra, definição de local para a exploração de três minérios que permitem a produção do aço. São investimentos volumosos e vamos trabalhar toda a área fiscal e de meio ambiente para ver a possibilidade de implantação desses empreendimentos, que, com certeza, será excelente para o Piauí”, destacou o governador.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui