Representantes do órgão querem mostrar potencial brasileiro no setor de petróleo e gás, com o objetivo de atrair investidores canadenses e americanos interessados em participar dos leilões e oferta permanente de 2018.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está prospectando possíveis participantes das rodadas de licitações para 2018 nos Estados Unidos e no Canadá. Ao longo desta semana, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, e o diretor Dirceu Amorelli, participam de uma série de reuniões em Calgary (Canadá) e Nova York (EUA) para divulgar os leilões.

De acordo com informações divulgadas pela ANP, em Calgary os representantes da agência devem se encontrar com empresas do setor e realizar uma apresentação aos membros do Canadian Global Exploration Forum, que representa as principais empresas do setor de upstream daquele país.

O município é considerado como um dos principais centros do setor de óleo e gás mundial, concentrando mais de 50 empresas operadoras de pequeno, médio e grande portes.

Já em Nova York, os diretores vão participar de reuniões com investidores nos escritórios das principais instituições financeiras mundiais para divulgar o potencial de investimentos no setor de óleo e gás do Brasil.

“Serão apresentados dados e informações técnicas sobre as regras para participação e as áreas oferecidas nas rodadas e na oferta permanente de áreas, além de esclarecimentos sobre o potencial petrolífero e os aprimoramentos regulatórios do setor no Brasil”, informou a ANP, por meio de comunicado.

Licitações

A oferta permanente de áreas para exploração de petróleo e gás natural foi divulgada pela ANP em novembro do ano passado. Até o fim de abril o órgão deve divulgar as regras de participação e, a partir de novembro de 2018, devem ocorrer as sessões de apresentação de ofertas. No total, são 846 blocos de 13 bacias sedimentares, somando uma área total de aproximadamente 285.400 km2, e 15 áreas com acumulações marginais em três bacias terrestres.

Já a 15ª Rodada de Licitações está prevista para ocorrer no dia 29 de março, quando serão ofertados 70 blocos nas bacias sedimentares marítimas do Ceará, Potiguar, Sergipe-Alagoas, Campos e Santos e nas bacias terrestres do Parnaíba e do Paraná, totalizando 95,5 mil km² de área.

A 4ª Rodada de Partilha da Produção no pré-sal tem previsão de realização no dia 7 de junho deste ano. Serão ofertadas as áreas de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos, Saturno e Uirapuru, nas bacias de Campos e Santos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui