Países têm considerado o produto como sendo de baixa qualidade.

As refinarias europeias ameaçam interromper as compras de petróleo da Rússia devido piora na qualidade do produto. De acordo com informações da agência de notícias Reuters, a má qualidade ocorreu após Moscou reencaminhar grandes volumes da commodity para a China como parte de sua luta contra a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e os Estados Unidos por participação em mercados asiáticos.

A qualidade do petróleo russo da região dos Urais piorou de tal forma que muitos compradores estão revisando os preços que estão dispostos a pagar, de acordo com fontes próximas a refinarias da Europa, ouvidas pela agência de notícias.

A Rússia estreitou os laços com a China em um momento de relações estremecidas com o Ocidente após o papel de moscou na crise ucraniana e frente às alegações de sua interferência em eleições estrangeiras.

Para o vice-presidente da PKN Orlen, maior refinaria da Polônia, Miroslaw Kochalski, a mudança na qualidade do petróleo que sua empresa compra dos Urais pode influenciar futuros negócios. “Isso abre espaço para negociações com parceiros, também em relação às condições de preços”, afirma ele.

De acordo com outras fontes na indústria, esse pensamento de Kochalski é o mesmo dividido por outros no setor que compram petróleo dos Urais.

Com informações da Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui