Empresas firmam acordo para negociação sobre porto na Bahia

0
2500
Porto de Ilhéus. Foto: Companhia das Docas do Estado da Bahia Autoridade Portuária/ Divulgação.

Empreendimento terá o objetivo de escoar minério de ferro produzido no estado.

Mais um passo foi tomado para a construção do Porto do Sul, na Bahia, na região de Aritaguá, litoral Norte de Ilhéus. Nesta semana, foi assinado o documento entre representantes de três empresas chinesas e da Bahia Mineração (Bamin), que permite às instituições discutirem sobre o projeto para a formação de uma joint venture.

Em dezembro do ano passado, o governo da Bahia e a Bamin fizeram um acordo na China contendo o cronograma de atividades iniciais para a obra, que já apresenta todas a licenças necessárias para ser iniciada.

Para o governador, Rui Costa, o acordo foi um grande passo para a concretização do projeto e viabilização do setor minerário no estado. “O primeiro passo foi em Pequim, com a assinatura de um documento na presença do presidente chinês, e hoje a gente consolida esse consórcio de empresas chinesas junto com a Bamin, para a realização dos investimentos. Ficamos felizes porque finalmente chegou-se a um entendimento de composição de todos os interessados nesses três projetos, o que viabiliza os investimentos”, disse o governador.

Para o presidente da Bamin, Eduardo Ledshaw, a assinatura foi de extrema importância para o projeto. “Uma parceria que espera consolidar a construção do Porto Sul e abrir o canal para a Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e para a mineração. A nossa expectativa é que este ano a gente avance ainda mais para que no ano que vem comecemos as obras tanto do Porto Sul como da mineração”, pontuou.

Porto do Sul

Em dezembro de 2017, o governador Rui Costa assinou em Pequim o acordo com empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, para o financiamento do projeto do Porto do Sul, da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e da mina de Pedra de ferro.

O documento determina a cooperação entre as partes que vão investir nos três projetos, que estão ligados. Só no Porto do Sul o investimento previsto é de R$ 2,7 bilhões.

Pelo porto será escoado, principalmente, o minério de ferro extraído pela Bahia Mineração no município de Caetité. A estimativa é de 20 milhões de toneladas ao ano de minério de ferro de alta qualidade no prazo de até 30 anos.

O transporte do minério de ferro até o Porto será por meio da Ferrovia Oeste-Leste, que possuirá uma extensão de 1.527 km, com capacidade para transportar 60 milhões de toneladas por ano.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui