Evento está na 27ª edição e ocorre em cinco estados diferentes.

A 27ª edição do Prêmio ArcelorMittal apresenta o tema “Meio ambiente e ciência: reduzir, reutilizar e reciclar – os 3 R’s no meu dia a dia”, escolhido devido a preocupação da empresa com a destinação do lixo e o desenvolvimento de novas soluções para o assunto.

O projeto é voltado para alunos e educadores e visa estimular a experimentação científica. De acordo com informações divulgadas pela empresa, é esperada a participação de mais de 300 escolas públicas e privadas de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Santa Catarina.

Cerca de 228 mil kits educativos foram produzidos para distribuir às escolas participantes e aos educadores. Foto: ArcelorMittal/ Divulgação.

“Além da consolidação do seu modelo por projeto de ciências, o concurso tem o desafio de alcançar a cada ano uma maior participação da comunidade escolar. Acredito que a meta será atingida em função do tema estar relacionado ao cotidiano das pessoas. A reutilização do lixo e a reciclagem são questões que ganham cada vez mais destaque no Brasil”, aponta Leonardo Gloor, diretor-presidente da Fundação ArcelorMittal.

Ele ainda destaca que muitas das escolas participantes não tem coleta de lixo seletivo na região, por isso é importante criar o conceito dos 3 R’s.

A proposta é que os resíduos gerados pela produção de uma indústria sirvam de matéria-prima para ela ou outras. A ArcelorMittal reutiliza 9% da sucata gerada na fabricação de um novo aço.

A premiação é realizada em parceria com as Secretarias Municipais e Estaduais de Educação e Meio Ambiente e a Belgo Bekaert. No ano passado, a edição registrou um aumento de 14% dos participantes em relação a 2016. Foram 425 inscritos de 32 cidades. O evento beneficiou cerca de 88 mil pessoas.

*Sob supervisão de Sara Lira

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui