Petrolífera atribui queda na produção à manutenção de plataformas.

A produção total de petróleo e gás natural da Petrobras caiu novamente no mês de março. Conforme dados divulgados na noite de sexta-feira (20), o volume total foi de 2,66 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed). No mês anterior, a quantia total foi de 2,69 de boed. Destes, 2,56 milhões de barris produzidos no Brasil e 99 mil barris no exterior.

No país, a produção média de petróleo foi de 2,07 milhões de barris por dia, 0,8% inferior em comparação com fevereiro. Segundo a Petrobras, o principal motivo para a redução foi a manutenção de equipamentos no FPSO Cidade de Angra dos Reis, localizado no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos.

A produção de gás natural, excluído o volume liquefeito, foi 2,9% inferior ao mês de fevereiro, atingindo um volume de 78,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), principalmente, devido à parada para manutenção da plataforma de Peroá, localizada na Bacia do Espírito Santo e intervenções na plataforma de Mexilhão, localizada na Bacia de Santos.

No exterior, a produção de petróleo foi de 61 mil barris por dia e a produção de gás natural foi de 6,4 milhões de m³/d, ambas em linha com o mês anterior

A produção total operada pela companhia, seja por parcela própria ou parceiros, foi de 3,31 milhões de boed equivalente, sendo 3,17 milhões no Brasil.

Campo de Búzios

Também na sexta, a Petrobras informou que iniciou a produção do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, por meio da plataforma P-74. Segundo informações da estatal, Búzios é o primeiro campo em produção sob regime de Cessão Onerosa.

A P-74 está localizada a cerca de 200 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, em profundidade de 2 mil metros. Está é a 13ª plataforma a entrar em operação no pré-sal brasileiro.

“Devido ao elevado potencial de produção de Búzios, além da P-74, serão destinadas, entre 2018 e 2021, mais quatro plataformas para esse campo, cada uma com capacidade de processar diariamente até 150 mil barris de petróleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás”, informou a estatal.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui