Raízen compra ativos da Shell na Argentina por US$ 950 mi

0
3039
Uma das unidades da Raízen no Brasil. Foto: Mike Alves/Primeira Hora.

Negociação veio em decorrência uma série de desinvestimentos da Shell no país.

A Raízen, empresa de energia e comercialização de combustíveis, adquiriu ativos da Shell na Argentina, em uma negociação de US$ 950 milhões. Conforme comunicado divulgado pela empresa nesta terça-feira (24), com a operação a companhia irá integrar ao seu portfólio um volume de vendas de aproximadamente 6 bilhões de litros por ano.

A compra também inclui uma rede com 645 postos, uma refinaria, uma planta de lubrificantes, três terminais terrestres, duas bases de abastecimento em aeroportos e ativos de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo).

Segundo nota publicada pela Raízen, a empresa levou em consideração a qualidade dos ativos adquiridos e do time local, bem como o prestígio da Shell na Agentina, companhia que ocupa segundo lugar no mercado, com aproximadamente 20% de market share.

Ao assumir os negócios na Argentina, a Raízen manterá relacionamento comercial com o grupo Shell por meio de alguns contratos, em condições de mercado, incluindo a licença da marca Shell e importação de combustíveis.

“A Raízen vem se destacando no mercado nacional, que é altamente competitivo, com forte eficiência nos negócios e resultados consistentes. Vemos a Argentina em um bom momento, com boas perspectivas para o setor”, afirmou o presidente da Raízen, Luis Henrique Guimarães.

No Brasil, a companhia está presente em 68 bases de abastecimento em aeroportos, 68 terminais de distribuição de combustível e distribui aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo, além dos mais de 6.200 postos da marca Shell e das 950 lojas de conveniência Shell Select no país.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui