Porto de Santos continua com acesso bloqueado devido à greve

0
2571
Caminhoneiros bloqueiam rodovias e o porto de Santos (SP). Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil.

Paralisação de caminhoneiros em todo o país não afetou a carga e descarga de produtos no Porto. Porém, empresas já começam a racionar combustível e temem não ter espaço para armazenar todas as mercadorias que chegam.

Os acessos ao Porto de Santos (SP) continuam bloqueados nesta sexta-feira (25). As vias estão fechadas deste a última segunda-feira (21) devido à greve dos caminhoneiros que ocorre em todo o país. A categoria se manifesta contra a atual política de preços da Petrobras para o diesel.

De acordo com informações do portal G1, na manhã desta sexta eles realizaram uma carreata por Santos com faixas que diziam ‘A greve continua’, causando transtornos no trânsito da cidade.

Informações divulgadas pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), confirmam que o Porto não recebe acesso de veículos rodoviários desde segunda-feira. Em paralelo, os estivadores também anunciaram que planejam aderir à greve nos próximos dias.

Apesar da paralisação, as operações de atracação e desatracação, embarque e descarga de mercadorias são realizadas normalmente. Os terminais operam com produtos armazenados ou que chegam por ferrovia e dutovia.

Porém, os terminais do Porto começaram na quarta-feira (23) o racionamento de combustível para manter as operações internas nas empresas. Outro problema que as empresas temem é a falta de espaço para armazenamento de cargas desembarcadas de navios.

Acordo

Na noite de quinta-feira (24), o governo propôs a redução no preço do óleo diesel em 10% por 30 dias, acordo assinado pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA). No entanto, a maior parte da categoria não concordou com o resultado da negociação e informou que permanece com o movimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui