Executivo da Hydro desaparecido no RJ pode ter se afogado

0
2173
O norueguês Torkil Prytz Tyvold, de 60 anos, é executivo da Hydro e mora no RJ há seis meses. Foto: Arquivo pessoal/ Facebook.

Norueguês não é visto desde o dia 25 de maio. Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu inquérito para esclarecer o caso.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o desaparecimento do executivo da Hydro, o norueguês Torkil Prytz Tyvold, de 60 anos. Ele saiu de casa no dia 25 de maio e desde então não foi mais encontrado. O caso foi registrado na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA).

De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Gobo, a PC trabalha com a hipótese de que o homem tenha se afogado. Imagens de câmeras de segurança mostram o norueguês indo em direção ao calçadão da Praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, vestindo roupa de banho, uma camisa do Flamengo e usando chinelos. Um helicóptero da Polícia chegou a fazer buscas na região, mas não localizou nenhum sinal.

O executivo morava em um apart-hotel em Ipanema. Segundo a Polícia, ele teria que embarcar de volta para a Noruega, mas não chegou ao destino na data confirmada. A esposa dele entrou em contato com um amigo de Torkil, também norueguês morando no Brasil, para descobrir o que havia acontecido. Esse amigo foi até o local onde o homem estava hospedado, mas os funcionários não souberam precisar seu paradeiro.

Esse mesmo amigo foi quem registrou queixa na 14ª Delegacia de Polícia, comunicando o desaparecimento. Torkil estava no Rio desde janeiro e trabalha na operação de petróleo da Hydro (Statoil).

Por meio de nota, a companhia confirmou o desaparecimento e informou que autoridades norueguesas atuam nos trabalhos de localização junto à polícia. “A Hydro mobilizou todos os recursos necessários para apoiar as autoridades nas buscas, e funcionários, amigos e voluntários no Rio estão distribuindo panfletos com foto dele”, informou.

A DPPA divulgou cartazes com a foto do executivo na praia de Ipanema e nas redes sociais. Informações sobre a localização de Torkil podem ser passadas pelos telefones (21) 2202-0338 e (21) 2582-7129, ou ainda pelo WhatsApp: (21) 9 9728-9656.

Cartaz divulgado pela Polícia Civil do Rio.

 

Com informações do O Globo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui