Aumento registrado nesta quinta-feira (7) foi devido a fiscalizações ambientais que ocorreram nas siderúrgicas do país.

Os contratos futuros de aço na China subiram para o maior nível em seis meses, devido aos apoios por inspeções ambientais que aliviaram as preocupações sobre um excesso de oferta, e melhoraram o mercado, enquanto o minério de ferro fechou em queda.

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, equipes de inspeção foram enviadas para as seis regiões do país, incluindo, os polos de produção de aço de Hebei e Jiangsu, para fiscalizar se apresentam alguma violação ambiental.

As últimas inspeções, que vão durar até o final de junho, acontecem após uma rodada inicial de checagens.

“Os preços do aço vão mostrar uma tendência de alta conforme as inspeções ambientais colocarem pressão sobre a produção”, disseram analistas da CITIC Futures, empresa de contabilidade chinesa.

O contrato mais ativo do vergalhão de aço na bolsa de Xangai fechou em alta de 1,5%, a 3.807 iuanes, o correspondente a US$ 595,75 por tonelada.

Os futuros do minério de ferro começaram a subir na bolsa de Dalian junto com o aço, mas depois devolveram ganhos e fecharam em queda de 0,4%, a 469 iuanes por tonelada.

Com informações da Reuters.

*Sob supervisão de Sara Lira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui