Impacto nas distribuidores ocorreu devido à falta de transporte rodoviário.

As vendas de aços planos por distribuidores do país caíram 15,8% em maio em comparação com o mesmo período do ano passado, para 203 mil toneladas. A queda foi devido a greve dos caminhoneiros, como informou o Instituto Nacional dos Distribuidores do Aço (Inda), nesta terça-feira (19).

Em relação a abril deste ano, as vendas recuaram quase 10%, com acúmulo de 428 mil toneladas nos dois primeiros meses do segundo trimestre, ante a 455 mil toneladas comercializadas no mesmo período do ano passado.

A paralisação do setor rodoviário prejudicou a entrega de insumos a usinas siderúrgicas e a movimentação de produtos do setor.

De acordo com o Inda, os estoques de aços planos nos distribuidores atingiram 947,3 mil toneladas ao final de maio, suficientes para 4,7 meses de vendas, nível considerado elevado pelo setor. Na comparação com abril, o volume dos inventários subiu 2,3% no mês passado.

O órgão afirmou que as importações de aço plano em maio caíram 1,2% em comparação com o mesmo mês em 2017, para 110,5 mil toneladas, mas subiram 13,2% ante o volume apurado em abril.

Para junho, o Inda estima que as vendas dos distribuidores subam cerca de 15% ante o desempenho de maio.

Com informações da Reuters

*Sob supervisão de Sara Lira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui