Territórios Sustentáveis capacita pecuaristas no Pará

0
892
Capacitação para pecuaristas ocorreu na prática em fazendas do município de Oriximiná (PA). Foto: Territórios Sustentáveis/ Divulgação.

As atividades foram ministradas por técnicos da Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Via Verde, no município de Oriximiná.

Mais uma etapa da ação Pecuária Sustentável na Prática ocorreu no município de Oriximiná no Pará. Desenvolvido pelo programa Territórios Sustentáveis, o projeto capacitou 14 pecuaristas sobre técnicas, validação do modelo de monitoramento e coleta de ferramenta Open Data Kit (ODK).

O uso da ferramenta ODK melhora a gestão das propriedades dos pecuaristas e proporciona melhor dinâmica de implantação para novas etapas da ação na cidade.

Com o objetivo de propor melhorias no manejo das fazendas e os cursos de água, observando o bem-estar dos funcionários e dos animais, o projeto ocorre desde março e já apresenta bons resultados, como comentou um dos participantes, Luiz Souza, proprietário da Fazenda Rancho da Areia Branca.

“Hoje meu gado está rotacionado, as cercas elétricas estão prontas, o capim está recuperando muito melhor, houve a adubação do solo, a correção com calcário e há um interesse muito grande. O treinamento agora foi muito bom porque a gente vai poder repassar mensalmente as informações sobre as nossas propriedades tanto para os técnicos quanto para os financiadores”, destacou.

De acordo com a consultora da Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), Muryel Arantes, a terceira visita técnica às propriedades rurais inseridas no Pecuária Sustentável buscou assessorar os produtores de Oriximiná por meio de capacitações e consultorias práticas em temas da agronomia de interesse da população local.

Além dos técnicos da Ecam a atividade também contou com a participação dos agrônomos da Via Verde, que visitaram as fazendas e promoveram palestras e trabalho de campo à comunidade local, bem como para os estudantes da Escola de Ensino Técnico do Pará (EETEPA).

Territórios Sustentáveis

O programa, no eixo de desenvolvimento econômico, é realizado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) em parceria com a Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN).

Outra ação do projeto ocorreu na comunidade de Faro, onde 33 moradores aprenderam a higienização correta dentro da cozinha, para atuarem como chefs de cozinha e atender a demanda de turismo da região.

*Sob supervisão de Sara Lira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui