Três áreas da planta estavam fechadas desde o fim de agosto após explosão.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) desinterditou, na noite de quarta-feira (21), a U-220 (Unidade de Craqueamento Catalítico) da Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo. A planta foi atingida por um incêndio no dia 20 de agosto.

Incêndio na Refinaria da Petrobras em Paulínia (SP). Foto: Reprodução/ Facebook.

Segundo a ANP, a área foi liberada porque a Petrobras atendeu todas as exigências feitas pela Agência. As outras duas unidades atingidas pelo incêndio, U-200 (Destilação Atmosférica) e a U-683 (Tratamento de Águas Ácidas) permanecem interditadas. Conforme a ANP, a investigação continua.

De acordo com informações da Petrobras, a explosão aconteceu no tanque de uma das unidades de águas ácidas associada à unidade de craqueamento catalítico, impactando também uma das unidades de destilação atmosférica da refinaria. Não houve feridos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui