Codelco registra lucro de US$ 6 bi no primeiro semestre

0
4194
Atualmente o Chile é o maior produtor de cobre do mundo - Foto: Divulgação / Codelco.

Estatal de cobre do Chile registra excedente de US$ 990 milhões nos primeiros seis meses do ano.

A mineradora estatal especializada em cobre do Chile, Codelco registrou excedentes de US$ 990 milhões nos resultados do primeiro semestre de 2017. O excedente, que é o montante líquido entregue ao Estado, superou em 15 vezes a meta traçada pela empresa para o período, de 66 milhões de dólares, e quase dobrou os 500 milhões obtidos em 2016.

No total do primeiro semestre de 2017, a Codelco registrou lucro de US$ 6 bilhões, valor que representa um aumento de 10,8% em relação aos US$ 5,4 bilhões registrados no comparativo de 2016, devido ao aumento de 22,3% no preço médio do cobre da LME, parcialmente compensado por uma queda no volume de cobre vendido.

A produção chegou a 798 mil toneladas, “dentro do alcance prometido”, de acordo com a empresa, que tem o objetivo de atingir 1,7 milhão de toneladas na produção anual. Atualmente o Chile é o maior produtor de cobre do mundo e supre um terço da oferta global.

“Com isso, estamos superando de longe o compromisso de excedentes com o Estado do Chile”, afirmou o presidente executivo da Codelco, Nelson Pizarro, durante coletiva de imprensa para divulgação dos resultados.

De acordo com o executivo, a mineradora conseguiu os resultados positivos devido à alta do preço do cobre no mercado mundial, que cresceu 22% em relação ao primeiro semestre de 2016.

A dívida financeira líquida da companhia diminuiu 1,9%, para US$ 13,4 bilhões no primeiro semestre, em comparação com US$ 13,6 bilhões no mesmo período de 2016, devido, segundo a empresa, ao aumento de caixa. Dessa forma, a redução da dívida líquida, juntamente com um aumento no EBITDA ajustado, impactou positivamente a dívida líquida.