Setor mineral registra superávit de US$ 16,5 bilhões

1
3230
Minério de ferro representou 80% do total da receita gerada com exportações de minérios. Foto: Pixabay.

Apenas na mineração, as exportações, que totalizaram US$ 12,2 bilhões, cresceram 45,5% em relação ao ano passado, representando 7,4% das exportações brasileiras e 46% de todo o setor.

O setor Mineral encerrou o período de janeiro a setembro com superávit de US$ 16,5 bilhões. Os dados foram divulgados na segunda-feira (6), pelo Ministério de Minas e Energia (MME). Segundo informações da pasta, no total somam-se US$ 33,8 bilhões de exportações e US$ 17,3 bilhões de importações. Já a participação das exportações do setor mineral, no total das exportações brasileiras (US$ 164,6 bilhões), foi de 20,5% no período citado. O setor Mineral compreende a mineração e a indústria da transformação mineral.

Apenas na mineração as exportações totalizaram US$ 12,2 bilhões, representando 7,4% das exportações brasileiras e 46% de todo o setor. De acordo com o MME, o índice mostra um crescimento de 45,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O principal fator que influenciou positivamente foi a recuperação dos preços das principais commodities da mineração, especialmente o minério de ferro, que registrou aumento de 55% no valor exportado.

Outro destaque foi que o minério de ferro representou 80% do total da receita gerada com exportações de minérios, 42% do setor mineral e 8,6% das exportações brasileiras.

Ainda segundo o MME, o desempenho das exportações de manganês também foi positivo no período analisado. Houve um avanço de 28% em volume e 158% em valor. Já as exportações de ouro e nióbio (ferro-nióbio), registraram US$ 2 bilhões e US$ 1,2 bilhão, respectivamente.

As importações da mineração totalizaram US$ 6 bilhões, apontando um crescimento de 46%, justificado, principalmente, pelo aumento de preço do carvão metalúrgico.

Com informações do Ministério de Minas e Energia.

1 COMENTÁRIO