Crusader pretende investir no ouro brasileiro

0
5097
Projeto Juruena - Foto: Divulgação Crusader.

Mineradora divulgou nessa terça-feira que tem um novo plano estratégico para se tornar uma forte produtora do minério.

A mineradora Crusader Resources divulgou nessa terça-feira (12), uma nova estratégia de negócios para se estabelecer como uma produtora de ouro nível médio no Brasil. Para alcançar seu objetivo, a empresa pretende aumentar seu portfólio de projetos.

“Atualmente, a Crusader tem em seu portfólio três ativos de ouro altamente prospectivos no Brasil que estão em fase inicial ou em pré-desenvolvimento. No longo prazo, a companhia pretende continuar a adquirir e desenvolver sua carteira de projetos até a produção e gerar fluxo de caixa com o objetivo de se tornar um produtor de 150 mil a 200 mil onças de ouro por ano em várias jurisdições”, informou a empresa por meio de comunicado.

Segundo a mineradora, a estratégia consiste em conseguir uma listagem dupla na bolsa de valores de Londres (AIM) e também na da Austrália (ASX) nos primeiros dois meses do ano que vem. A Crusader também pretende finalizar o estudo de viabilidade do projeto de ouro Borborema (PB) em 2018, além de solicitar a licença de instalação desse mesmo projeto, prevendo a abertura da mina para o segundo semestre de 2018.

A companhia tem como objetivo acelerar seu crescimento adquirindo novas plantas e projetos que aumentem seu ganho, que “demandem recapitalização e financiamento; precisem de solução para problemas técnicos ou sociais; estejam próximos ou já em produção; e que tenham custo operacional total (AISC) menor ou igual a US$ 850 por onça”.

Projetos

A empresa afirmou que também tem planos de curto prazo de investir no projeto Juruena, uma planta de cerca de 400 km², localizado no estado de Mato Grosso. De acordo com comunicado divulgado, Juruena tem se mostrado promissor e, por isso, entre os próximos 18 e 24 meses, a mineradora irá iniciar um programa de perfuração de concentrado de ouro em 30 mil metros.

A Crusader também pretende investir nos projetos Nova Astro e Borborema Gold. O Nova Astro localizado a 25 quilômetros do projeto Juruena. Trata-se de uma anomalia circular de solo com quatro quilômetros de diâmetro que foi identificada por amostragem de rochas. As amostras identificaram fortes indícios de ouro no local.

“A equipe de exploração da Crusader vai realizar uma sondagem inicial em Nova Astro depois de uma completa revisão estrutural do projeto, o que está programado para a primeira metade de 2018”, afirmou a empresa. Já o projeto Borborema Gold está na região de Seridó, na Paraíba. A planta conta com uma área de 29 km², voltado para extração.