Investidores continuam preocupados com medidas para acabar com a greve dos caminhoneiros.

As ações da Petrobras recuaram 8% nesta segunda-feira (28), sendo este o oitavo pregão de perdas. Os investidores continuam receosos acerca da ingerência governamental na companhia, devido às negociações para encerrar com a greve dos caminhoneiros. Na quinta-feira passada, as ações também apresentaram recuo na quinta-feira passada, após anúncio de que a estatal reduziria em 10% o preço do diesel, numa primeira tentativa de negociação com a categoria.

De acordo com a agência de notícias Reuters, após o anúncio de medidas anunciadas pelo governo federal ontem (27), a petroleira afirmou que manterá por 60 dias uma redução nos preços do diesel rodoviário e, após esse prazo, os reajustes serão mensais e não mais diários.

A Petrobras destacou que será ressarcida pela União devido a redução adicional, além da anunciada na semana passada, e isso não será prejuízo para a companhia.

“O fato de que a viabilidade da política de preços da Petrobras depende da concessão subsídios ainda deve levar a questionamentos no mercado. Ainda restam dúvidas sobre como será a forma de pagamento do reembolso pelo governo (e como isso impactará resultados), e qual o nível de prêmio e margens de refino que a empresa conseguirá manter quando retomar os reajustes de diesel após 60 dias” declarou a Petrobras, por meio de nota.

Com informações da Reuters

*Sob supervisão de Sara Lira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui