Localizado na Bacia de Campos, área será explorada por meio do FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes, que tem capacidade de processar até 150 mil barris de petróleo por dia.

A Petrobras iniciou, na última sexta-feira (22), a produção do campo de Tartaruga Verde, nas águas profundas da Bacia de Campos. A extração será feita por meio do FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (25).

A unidade foi instalada a cerca de 127 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de 765 metros. Diariamente, ela tem capacidade de processar até 150 mil barris de petróleo, 3,5 milhões de metros cúbicos de gás e de comprimir de 5 milhões de metros cúbicos de gás.

“O campo de Tartaruga Verde possui um óleo de boa qualidade (27º API) e está localizado na área sul da Bacia de Campos, no pós-sal, em lâmina d’água variando de 700 a 1.300 metros e com reservatórios a 3.000 metros de profundidade”, informou a empresa, por meio de nota.

O campo é formado por duas jazidas: Tartaruga Verde, onde a Petrobras detém 100% de participação, e Tartaruga Mestiça, jazida compartilhada entre a União, representada pela Pré-Sal Petróleo S.A. – “PPSA”, com 30,65% de participação, e a Petrobras com 69,35%.

Essa é a segunda unidade que começa a operar em 2018, após a P-74 ter começado a produzir no campo de Búzios, na Bacia de Santos. No total, sete unidades entrarão em operação no Brasil até 2019, conforme Plano de Negócios e Gestão 2018-2022 da Petrobras.

Class Action

Também nesta segunda-feira, a Petrobras afirmou que o acordo para encerrar as ações coletivas (Class Action) foi aprovado na última sexta-feira de forma definitiva pela Corte Federal de primeira instância em Nova Iorque (EUA). A decisão cabe recurso pela Corte de Apelações do Segundo Circuito.

“O acordo não constitui admissão de culpa ou de prática de atos irregulares pela Petrobras, reconhecida pelas autoridades brasileiras como vítima dos fatos revelados pela Operação Lava-Jato”, informou a empresa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui