A Choice Technologies Holding, uma das maiores especialistas globais na redução de perdas na área de energia elétrica, água e gás, produziu levantamento exclusivo demonstrando que, desde o início das medidas de isolamento social, houve um recuo de 15% no consumo de energia elétrica no Brasil. Na Itália, que implementou um lockdown nacional, a queda ultrapassou os 20%.

Com base nesses dados, somente com a previsão de aumento em fraudes e furtos de energia, pode-se estimar uma perda de faturamento na ordem de (R$ 2,25 bilhões) para o setor em 2020 e de até (R$ 5 bilhões) em 2021, levando-se em conta a forte recessão que advirá, mesmo com as medidas adotadas pelo governo para sustentar a economia durante a pandemia do novo coronavírus. Vale ressaltar ainda que, enquanto durar o estado de calamidade social, a inadimplência – em qualquer faixa de renda – não poderá ser combatida com cortes no fornecimento de energia.

Esse panorama já exige uma intensa adaptação na estrutura de todo o setor, com a utilização de ferramentas de machine learning e inteligência artificial para aumentar a eficiência de gestão e diminuir as perdas, bem como buscar novas formas de arrecadação. Será essencial, nos próximos meses e após a crise, encontrar meios de manter a liquidez e, consequentemente, o fornecimento normalizado de serviços essenciais para a população, sem riscos operacionais.

 

Por Insight Comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui