Um levantamento realizado pela KPMG faz um raio-x do atual cenário do setor de óleo e gás frente à pandemia causada pela Covid-19. O documento aponta as principais tendências e desafios do segmento e ainda traz algumas considerações que devem ser levadas em conta como o aumento da demanda com queda nas bolsa e a redução da demanda internacional e, principalmente, da China.

“A Covid-19 criou novos desafios para o setor de mineração. Neste momento, além das questões que já desafiavam as empresas de mineração brasileiras, como as discussões sobre uma nova forma de relacionamento com comunidades e agentes reguladores, o setor deve ser reestruturar para enfrentar questões relacionados a proteção à saúde de empregados, maior volatilidade no preços das commodities, riscos para a manutenção das cadeias de fornecimento de insumos estratégicos, além dos impactos em fluxo de caixa e liquidez”, analisa o sócio de mineração da KPMG, Ricardo Marques.

Tendências:

– Quedas nos preços das commodities parcialmente neutralizados pela valorização do dólar.
– Riscos da cadeia de suprimento no fornecimento de insumos essenciais no curto prazo.
– Benefícios dos programas de estímulo econômicos que deverão ser oferecidos em larga escala pelos governos globais.
– Potenciais oportunidades para fusões e aquisições no médio a longo prazo associadas à redução dos valores dos ativos.
– Rediscussão do relacionamento com stakeholders, incluindo comunidades e autoridades governamentais.
– Indicadores de meio ambiente (Environment, Social and Governance) em pauta.
– Alto nível de liquidez, mas dificuldades para acesso a fontes de financiamento.

Realidade pós-crise

– Modelo de negócios e gestão de risco – revisão da relação das empresas com agentes reguladores e comunidades impactadas, alterando o modelo de operação nos projetos de mineração.
– Modelo operacional – ampliação da automação operacional, da eletrificação de veículos e equipamentos e das alternativas para controle remoto do processo produtivo por meio da utilização de novas tecnologias.
– Mudanças de hábitos dos consumidores – aumento da demanda por minerais estratégicos aplicados em novas tecnológicas, como veículos elétricos e baterias.
– Colaboradores – implementação de estratégias para proteger os empregados da exposição à Covid-19 e limitar o risco de interrupção das operações.
– Estrutura de capital – desafios para o acesso a novas fontes de capital.

 

Por Assessoria de Comunicação KPMG.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui