Gerdau recompra títulos para controlar passivos

0
2729
Foto: Divulgação Gerdau.

Siderúrgica irá recomprar até US$ 500 milhões de bônus do exterior com vencimento em 2020, 2021 e 2024.

A Gerdau iniciou a recompra de até US$ 500 mi de bônus emitidos no exterior com o objetivo de gerenciar as dívidas e demais passivos da empresa. A recompra será de títulos com vencimento em 2020 e juros de 7%, com vencimento em 2021 e juros de 5,75%, e com vencimento em 2024 e juros de 5,893%.

A siderúrgica brasileira está oferecendo um prêmio de recompra antecipada de US$ 30,00 nos três bonds a cada US$ 1.000 dos bonds oferecidos.

O documento da Gerdau, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), afirma que “tem-se a intenção de que a recompra dos bonds ofertados no âmbito da Oferta de Recompra seja liquidada com a compensação de recursos líquidos captados por meio de determinada colocação de novos títulos de dívida no exterior (novos bonds) a serem emitidos pela Gerdau Trade Inc”.

De acordo com o texto, a oferta pública da recompra expira no dia 1º de novembro de 2017, a menos que seja prorrogado ou rescindido anteriormente.

Os detentores registrados das obrigações devem licitar valiosamente suas obrigações antes da “data da tarefa precoce” para serem elegíveis para receber o pagamento de licitação antecipada além da consideração da oferta pública.