Mineradora investe US$ 110 mi em planta de lítio no Brasil

0
7764
Montagem do setor de filtragem. Foto: AMG/ Divulgação.

Valor será usado na expansão das operações da mina Mibra, em Nazareno (MG).

A AMG Advanced Metallurgical Group anunciou na última terça-feira (12) que o conselho fiscal da companhia aprovou a construção da segunda planta de concentração de lítio na mina Mibra, em Nazareno (MG). Com a medida, a capacidade produtiva do local deve dobrar, passando de 90 mil toneladas para 180 mil toneladas de lítio, além de aumentar a produção de tântalo concentrado para 600 mil libras.

O investimento previsto é de aproximadamente US$ 110 milhões e a expectativa da companhia é que a expansão seja concluída no fim de 2019, mas o início da produção aumentada já deve ocorrer em junho de 2018. O valor também será usado para melhorar a infraestrutura da mina para que ela suporte o aumento da operação.

Segundo estimativa prévia publicada no Relatório Técnico sobre Recursos Minerais da AMG, a mina Mibra possui 20.3 milhões de toneladas de recursos medidos e indicados, incluindo tântalo, nióbio, estanho e lítio.

Com base no aumento do nível de produção de 180 mil toneladas de concentrado de lítio a partir de 2020, a AMG estima que a vida útil da mina seja de aproximadamente 20 anos.