Estoque de minério na China ultrapassa 150 mi de toneladas

0
4672
Terminal de minério de ferro no porto de Qingdao, na China. Foto: Dreamstime.

Acúmulo é devido a má qualidade do minério. Produto também é produzido gerando poluição, o que não condiz com a nova política de redução de emissões na China.

Os estoques de minério de ferro nos portos da China são de mais de 150 milhões de toneladas. De acordo com informações da agência de notícias Reuters, essa quantidade produziria aço para a construção de 107 milhões de carros.

O mercado de aço na China vem mostrando sinais de esgotamento após a recuperação do ano passado. O estoque em alta de minério de ferro pode prejudicar os preços da commodity, segundo os analistas de mercado ouvidos pela Ruters.

Dados da SteelHome afirmam que o volume de minério importado do país atingiu 154,43 milhões de toneladas em 19 de janeiro, com alta de 30% ao longo de 12 meses. Isso devido a uma demanda de aço e ações que combatem a poluição produzidas no processo.

Segundo a Reuters, um operador de minério de ferro do porto relatou que “há minério de ferro demais nos portos, e isso vai pressionar os preços para baixo. Se o volume continuar a crescer, operadores serão forçados a vender mais barato”.

Outra pesquisa da SteelHome aponta que 37% do estoque pertence a operadores de mercado e o resto é de usinas. Os dois grupos elevaram suas importações ao longo do ano de 2017 enquanto os preços do aço iam subindo em quase 50%.

Com a campanha contra a poluição a busca por minério de ferro importado de qualidade aumentou, principalmente da Austrália e do Brasil que são os pioneiros em produzir mais quantidade e sendo menos prejudicial ao meio ambiente.

O minério de ferro estocado nos portos da China é de qualidade inferior e pouco requisitado no mercado. O recorde de produção do país deve cair devido a campanha pela procura de um material melhor, cujo processo é menos poluente.

Em 2017, a China produziu 831,7 milhões de toneladas e nesse ano a estimativa é de 820 milhões segundo o Barclays.