Metalúrgica aumenta receita bruta em 13,6% em 2017

0
4029
Fábrica da Termomecanica em São Bernardo do Campo (SP). Foto: Divulgação/ Termomecanica.

Balanço financeiro do ano anterior foi divulgado nesta semana.

A metalúrgica brasileira Termomecanica encerrou 2017 com uma receita bruta de R$ 1,41 bilhão, volume que representa um crescimento de 13,6% em comparação com 2016. Após resultados influenciados pela crise econômica de 2016, houve uma elevação de 340% nos lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebidta), além de 101% no lucro líquido.

As exportações também registraram crescimento. Entre 2014 e 2017 o volume dobrou e, entre 2016 e o ano passado, houve um salto de 25,7% nas vendas para o mercado externo. No mercado interno, houve crescimento de 9% nas vendas.

“Apesar do crescimento em comparação a 2016, a economia em 2017 permaneceu em patamares muito baixos. Alguns segmentos apresentaram resultados negativos ou mínimos, como o setor da construção civil, que fechou o ano com uma queda de 5% nos resultados do PIB setorial. A pressão sobre os preços do setor foi também muito forte, comprometendo em parte as nossas margens e também afetando parcialmente a recuperação dos resultados do nosso ramo industrial”, ressalta a presidente da Termomecanica, Regina Celi Venâncio.

Estimativas

Para 2018, a metalúrgica espera uma retomada de crescimento lenta e gradual, e que deve começar a impactar de forma favorável nos resultados do setor de transformação. “Não há expectativa de saltos muito elevados nas vendas, mas já percebemos os primeiros sinais de um leve aquecimento de mercado. A cotação dos metais continua sendo uma incógnita e o câmbio pode apresentar surpresas em função do ano eleitoral. Fora isso, apesar dos sinais favoráveis do ambiente econômico, acreditamos que nossos competidores sigam com sua pressão sobre os preços, o que requer sempre maior atenção”, destaca Venâncio.