Amarillo Gold obtém LI para Projeto Mara Rosa

0
540
Foto: Divulgação / Amarillo Gold.

Etapa autoriza o início da construção do empreendimento que pretende extrair ouro em cidade do norte de Goiás.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad) emitiu, na última quinta-feira (04/02), a Licença de Instalação (LI) para o projeto Mara Rosa (Mina de Posse), da Amarillo Gold, localizado no município de Mara Rosa, norte goiano. Essa autorização é necessária para construir as instalações do empreendimento.

O projeto Mara Rosa vai ser composto por uma mina a céu aberto e também por uma operação de carbono em lixiviação, com empilhamento de rejeitos a seco. O estudo de viabilidade definitivo divulgado em junho de 2020 mostrou que o projeto produzirá ouro a um custo de US$ 656 por onça, com base no preço de US$ 1.730/onça e dólar cotado a R$ 5,30.

A princípio a vida útil da mina será de 10 anos, com produção inicial de 104 mil onças de ouro por ano. Após a decisão da Semad a previsão é que as obras sejam concluídas em meados de 2022 e a produção comercial inicie em agosto do mesmo ano.

“A Amarillo está mais perto de se tornar uma produtora de ouro. Gostaria de agradecer ao departamento de meio ambiente de Goiás, à comunidade de Mara Rosa e à nossa equipe dedicada no Brasil por todo o seu trabalho árduo e apoio para alcançar este importante marco”, disse Mike Mutchler, CEO da Amarillo.

A Amarillo também desenvolve avaliações em área de exploração em estágio avançado em Lavras do Sul, município localizado no Rio Grande do Sul, integrado por 22 alvos de exploração. Ambos estão localizados em uma área com excelente disponibilidade de infraestrutura.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa da Amarillo Gold.