Case investe R$ 36, 5 milhões no lançamento de seis novos modelos de máquinas, que prometem maior rendimento em atividades da mineração e da infraestrutura.

Focada na ampliação da produção das máquinas de construção e infraestrutura comercializadas no Brasil, a Case Construction Equipment investiu R$ 36,5 milhões no lançamento de seis modelos de escavadeiras hidráulicas. Com isso, o número de máquinas nacionais subiu para 17. O restante dos 32 modelos, ofertados pela empresa no mercado brasileiro, é importado.

Fabricados na unidade de Contagem (MG), os equipamentos estão sendo comercializados desde o fim de 2016 e devem gerar um acréscimo de 40% na produção local de modelos da marca.

Os novos modelos vão de 13 a 37 toneladas (t) e atendem a demandas dos setores de infraestrutura e mineração, desde a construção de pequenas valas (modelo CX130C – com peso operacional de 12,9 t ou de 13,5 t e motor de 95 HP) – à extração mineral pesada (CX370C Mass Excavator – equipada com motor de 268,2 HP e peso operacional de 38,5 t).

Outros quatros modelos também têm aplicação na mineração. A CX220C Série 2, de 23,7 t e motor FPT Industrial de 147,8 HP, opera tanto em serviços leves quanto em minerações e escavações de médio porte. Por sua vez, a CX240C Mass Excavator foi pensada para aplicações em que o trabalho pesado é mais rotineiro, como nas minerações ou em extração de pedras. Com motor FPT Industrial de 147,8 HP e peso operacional de 24,9 t, o modelo possui algumas similaridades com a CX220C Série 2, como o tamanho da máquina, a potência do motor e o torque. Mas tem maior contrapeso, braço reduzido, além de sua caçamba ser maior e mais robusta, com promessa de maior rendimento nessas operações.

O modelo agrega a versatilidade operacional de uma escavadeira de porte médio e o desempenho em aplicações extremamente pesadas.

Com maior foco em alta produção, a linha CX350C atende à demanda de carregamento de grande quantidade de caminhões. Possui motor de 268,2 HP e peso operacional de 38,2 t.

A SAFM Mineração foi uma das empresas que ajudaram a Case no período de testes. De acordo com Glauco Mol, diretor de operações da mineradora, localizada em Itabirito (MG), foram realizadas avaliações durante dois meses na escavação de minério de ferro e no carregamento de caminhões 6×4. “A máquina apresentou muita estabilidade e velocidade, além de um consumo menor em relação a similares. Deixou uma impressão muito boa, tanto que estamos pensando na aquisição de uma nos investimentos futuros”, conta Glauco Mol. Ainda segundo ele, foi possível abastecer um caminhão de 28 t a 30 t com cinco pás, sendo que outras máquinas usam entre oito e dez. “Com isso, reduzimos o tempo de ciclo entre escavar e coroar em torno de 30%”, destaca o diretor.

Outro modelo, o CX370C Mass Excavator, possui várias semelhanças com o CX350C, como potência e tamanho.

No entanto, os braços mais robustos e os contrapesos maiores aumentam a capacidade de elevação e garantem maior produtividade em minerações e extrações pesadas.

É equipada com motor de 268,2 HP e tem peso operacional de 38, 5 t.

De acordo com o gerente de marketing para a América Latina, Carlos França, toda a série de escavadeiras ganhou lanças, braços e opções de caçambas heavy duty (HD), que asseguram uma maior durabilidade desses implementos em relação aos demais componentes em condições normais de operação. Além disso, as caçambas HD apresentam o dobro de vida útil de uma caçamba padrão normal em condições adequadas de operação. Com todas as alterações, “houve redução de 14% em média no consumo de combustível em relação à série anterior, que já era considerada uma das de menor consumo do mercado”, garante França.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui