Expectativa é de que o acordo seja fechado no terceiro trimestre, e permita a expansão de mina de carvão em Moçambique, na África.

O Valor Econômico de hoje, 6, informa que a Vale aguarda a finalização de uma transação bilionária capaz de contribuir consideravelmente com a redução do endividamento da companhia a curto prazo.

Segundo informou o jornal, trata-se de uma operação de financiamento com um “pool” de bancos liderados pelo japonês JBIC para o empreendimento de carvão da empresa, em Moçambique, na África Subsaariana. A expectativa é de que o acordo seja fechado no terceiro trimestre.

Desde 2014, a Vale vem realizando negociações sobre os ativos de carvão na região. Em março deste ano, a Companhia informou sobre a conclusão do acordo com a japonesa Mitsui para a venda de uma fatia da mina de carvão de Moatize, no noroeste do país africano. O desinvestimento renderia em torno de US$ 770 milhões, após a conclusão da transação com a Mitsui, e até US$ 2,7 bilhões após a conclusão do projeto financeiro.

A mina de carvão Moatize produz cerca de onze milhões de toneladas por ano. Trata-se da maior central de enriquecimento de carvão do país. Após investimentos de expansão, a companhia visualizava uma produção de 22 milhões de toneladas anuais, que representa a sua capacidade máxima.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui