Serviços incluem sistema digital para identificação de falhas em veículos e melhoria do custo operacional total.

A Mercedes-Benz acaba de lançar quatro novos serviços para o mercado de ônibus e caminhões. A primeira delas é a função Telediagnose, uma funcionalidade do Fleetboard que identifica falhas durante a operação e aciona o gestor da frota para propor soluções. Em seguida, a Oficina de Alta Performance (OAP 2.0) pretende garantir mais eficiência nos serviços prestados pelos concessionários em menor tempo possível. A terceira novidade são os serviços dedicados que oferecem melhor custo operacional total. Por fim, a criação de kits de peças genuínas por segmento que proporcionam economia de até 15% para o cliente.

“A cada dia, nosso desafio é apresentar soluções diferentes e cada vez melhores para os clientes”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Para tanto, queremos sempre estar junto deles, conhecer a realidade de suas operações e necessidades, ouvir o que têm a nos dizer. Isso nos permite desenvolver produtos e serviços cada vez mais eficientes, que resultem em economia, redução de custos operacionais e produtividade, com a rentabilidade desejada, a qualidade e a segurança da nossa marca”, destaca ele.

Telediagnose

O sistema de gestão de frota e rastreamento na plataforma digital FleetBoard passa a oferecer o item chamado Telediagnose. A novidade já está no mercado brasileiro e identifica eventuais falhas durante a operação do veículo. Por meio da Central de Relacionamento com o Cliente, a funcionalidade aciona o gestor da frota para propor imediatamente a melhor solução, preservando o veículo.

A Telediagnose capta todas as falhas geradas nos diversos módulos do caminhão e envia as informações para a Central de Relacionamento com o Cliente, na unidade da empresa em Campinas, São Paulo. O monitoramento é contínuo: 24 horas por dia, todos os dias da semana, além de abranger todo o território nacional. Conforme a situação, a Central comunica o ocorrido ao gestor da frota, chegando a indicar o envio do veículo a um concessionário quando for necessário. Assim, preserva o produto, garantindo sua vida útil.

Oficina de Alta Performance

Em busca de um atendimento mais ágil, a empresa desenvolveu a Oficina de Alta Performance (OAP 2.0). “Tendo como foco a melhoria da estrutura, dos métodos e processos, essa iniciativa aumenta a produtividade da oficina do concessionário”, diz o diretor de Peças e Serviços ao Cliente da Mercedes-Benz do Brasil, Silvio Renan.

Serviços em Oficinas de Alta Performance – Foto: Divulgação / Mercedes-Benz.

“A grande vantagem para o cliente é mais agilidade no atendimento e na execução dos serviços, liberando o veículo o mais rápido possível para sua atividade de transporte. Isso resulta ainda em melhor custo-benefício para o cliente, além de assegurar a rentabilidade desejada”, completa Renan.

Kits genuínos

Com a oferta de kits de peças genuínas por segmento, a Mercedes-Benz oferece uma opção de manutenção e reparos de veículos para os clientes, com a grande vantagem da economia de até 15% no custo em relação às peças avulsas de revisão.

Kits de peças genuínas por segmento – Foto: Divulgação / Mercedes-Benz.

Além das peças genuínas, a marca oferta outras duas linhas de produtos que asseguram um excelente custo-benefício aos clientes: Alliance Truck Parts e RENOV. A linha Truck Parts oferece 353 itens de peças de reposição e manutenção para veículos de todas as marcas, como filtros de ar, combustível e óleo, lonas, tambores, discos e pastilhas de freio e kits embreagem, além de acessórios para caminhões e comerciais leves da Mercedes-Benz.

Já a linha RENOV, de peças remanufaturadas, conta com uma gama de itens que abrange motores, câmbios, embreagens, motores de partida, unidades injetoras, alternadores, turbinas, diferenciais, bombas de óleo, bombas d’água, cabeçotes, pinças de freio, kits de embreagem, válvulas de quatro circuitos e secadores de ar e compressores de ar.

Custo Operacional

“Ao oferecer alternativas rentáveis aos clientes para a aquisição de peças e serviços, a Mercedes-Benz assegura melhor custo-benefício visando à redução de custos de manutenção”, afirma o diretor Silvio Renan. “Isso traz reflexos muito positivos para o TCO – Total Cost of Ownership (Custo Operacional Total), conceito que vem assumindo relevância cada vez maior no segmento de caminhões”.

O TCO é um indicador financeiro que avalia aspectos bastante conhecidos, como os custos operacionais e as manutenções preventivas e corretivas. Sua função é ajudar o cliente a otimizar e reduzir os custos com o veículo considerando toda a sua vida útil. Consequentemente, isso aumenta os ganhos com o transporte.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui