ThyssenKrupp conclui venda da CSA

0
376
CSA Thyssenkrupp, em Santa Cruz, Rio de Janeiro - Foto: Divulgação.

Com a conclusão da transação, a grupo alemão recebe o valor de 1,5 bilhão de euros e se separa definitivamente da Steel Americas.

O grupo industrial alemão ThyssenKrupp informou no dia 7, quinta-feira, que concluiu a venda da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) para a fabricante de aço latino-americana Ternium. A venda saiu no valor de 1,5 bilhão de euros (US$ 1,79 bilhão).

Em nota de divulgação, a ThyssenKrupp afirmou que espera uma alavancagem da relação entre a dívida financeira líquida e o capital próprio. Segundo a empresa, a transação vai reduzir sua dívida financeira líquida “significativamente”, possibilitando que seus negócios de bens de capital e de serviços respondam por mais de 75% das vendas.

Com a venda, a empresa alemã separa-se definitivamente das operações da Steel Americas. Em 2014, a planta de laminação da ThyssenKrupp nos EUA, que também fazia parte da Steel Americas, já havia sido vendida para um consórcio da ArcelorMittal e da Nippon Steel. No ano, a venda da CSA não pode ser realizada pois existiam compromissos contratuais complexos com a então sócia Vale.

Os compromissos com a Vale foram dissolvidos em maio de 2016, e a Companhia Siderúrgica do Atlântico passou a ser propriedade exclusiva da ThyssenKrupp. Em setembro do mesmo ano a CSA obteve a licença de operação e se enquadrou nas condições adequadas de venda, finalizada nessa semana.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui