Estado ultrapassa Espírito Santo, produzindo 344 mil barris de petróleo por dia.

O estado de São Paulo, que já era vice-líder na produção de gás, conquistou o segundo pódio também na produção de Petróleo. O estado ultrapassou o Espírito Santo e agora fica atrás somente do Rio de Janeiro na produção desse bem mineral. A informação é da Secretaria de Energia e Mineração do estado paulista.

Produzindo 344 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) durante o mês de julho, São Paulo passou à frente do estado capixaba, que produziu 295 mil barris. Rio de Janeiro segue em primeiro lugar com uma produção de 1,8 milhão de barris por dia.

“Em 2010 nossa produção era de 14 mil barris de petróleo por dia e ocupávamos apenas a sétima posição nacional. Com a descoberta do pré-sal na Bacia de Santos e início da exploração e produção, São Paulo se tornou um produtor relevante e as estimativas são positivas, o que consolidará o estado como um importante produtor mundial”, afirma o secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles.

Atualmente, 98% da produção do estado têm como origem três campos principais: Sapinhoá que representa 72% do petróleo retirado dos poços paulistas, seguido por Lapa com 16%, ambos no pré-sal, e Baúna com 10% localizado no pós-sal.

“Uma parada técnica programada na área do Parque das Baleias, no Espírito Santo, fez com que São Paulo assumisse a segunda posição, mas nossa expectativa é de que estado ultrapasse 1 milhão de barris por dia e se mantenha como o segundo maior produtor de petróleo do Brasil”, explica o subsecretário de Petróleo e Gás do Governo do Estado, Dirceu Abrahão.

Com Rio de Janeiro em primeiro lugar, São Paulo em segundo e Espírito Santo em terceiro, Amazonas e Bahia completam lista dos principais produtores do país. O estado do Amazonas tem produzido 110,8 mil boed, e a Bahia 79,2 mil boed.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui