Decisão marca o primeiro passo formal da EPA para acabar com a regra de cortar emissões de carbono de usinas de energia.

Um documento da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), acessado pela Reuters, mostra que a agência pretende revogar a principal regulação do governo Obama de combate a mudanças climáticas, o Clean Power Plan, e substitui-lo por uma nova regra.

Conforme a agência de notícias, a decisão marca o primeiro passo formal da EPA para acabar com a regra estabelecida para cortar emissões de carbono de usinas de energia, em consonância com a decisão do presidente Donald Trump. Em março ele assinou uma ordem executiva lançando a revisão da EPA.

O Plano de Energia Limpa de Obama exige que os estados eliminem as emissões de carbono das usinas de energia para ajudar o país a cumprir os compromissos definidos no Acordo de Paris, em dezembro de 2015. “Meu governo está colocando um fim à guerra ao carvão”, disse Trump em março. “Com o decreto de hoje, estou dando passos históricos para levantar as restrições à energia americana, para reverter a intromissão do governo e cancelar a regulamentação que mata empregos”, defendeu o republicano.

A EPA agora pretende publicar o que chama de anúncio prévio da Proposta de Elaboração de Regras, uma vez que está considerando “desenvolver uma lei com intenção similar para reduzir as emissões de C02 de unidades geradoras de energia elétrica a partir de combustíveis fósseis”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui