A queda registrada de janeiro a setembro de 2017 é de 9,8%.

De acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, entre os meses de janeiro e setembro de 2017, o Brasil exportou 6,9 milhões de toneladas de bauxita, apontando uma queda de 9,8% no comparativo. No mesmo período de 2016, o país registrou a exportação de 7,7 milhões de toneladas do minério.

A queda já era esperada, conforme divulgado pela Revista Mineração. Em setembro, a empresa Norsk Hydro afirmou que a produção de bauxita da MRN em 2017 deverá cair em dois milhões de toneladas ante o nível esperado devido a problemas hídricos.

A expectativa de produção da MRN, segundo a Norsk Hydro, deve passar de 17 milhões a 17,5 milhões de toneladas, para 15 milhões a 15,5 milhões.

Durante o mês de setembro o total de bauxita exportada foi de 780 mil toneladas, valor 35,7% menor que no mesmo mês de 2016 – o volume registrado no comparativo foi de mais de 1,2 milhão de toneladas.

A maior parte (99,7%) da bauxita produzida no Brasil foi embarcada no porto de Santarém, no Pará. Portos como o de Santos em São Paulo e o Sepetiba, no Rio de Janeiro, fizeram embarques de volumes pequenos do minério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui