Yara compra Vale Cubatão Fertilizantes por US$ 255 milhões

0
1430
Foto: Divulgação Vale.

Complexo de nitrogênio e fosfatos de Cubatão deve receber um investimento de US$80 milhões após a conclusão da venda.

Na sexta-feira, 17, a Vale assinou com a empresa Yara um acordo de venda da Vale Cubatão Fertilizantes Ltda., em Cubatão, São Paulo. Os negócios incluem ativos de nitrogenados e fosfatados. A transação terá o valor de US$ 255 milhões.

Segundo a Vale, o valor da aquisição será pago em dinheiro após a conclusão da compra, prevista para o segundo semestre de 2018. A empresa explica que para que a transação seja finalizada, diversas condições precisam ser cumpridas, como a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

“Esse é mais um passo na direção da redução da alavancagem da Vale, pois os proventos recebidos irão reduzir o endividamento, seguindo a estratégia de desinvestimento de ativos não-estratégicos e geração de valor ao acionista através do fortalecimento do balanço”, afirmou a Vale.

O negócio vendido consiste em um complexo de nitrogênio e fosfatos cuja capacidade de produção anual registra aproximadamente 200 mil toneladas de amônia, 600 mil toneladas de nitratos e 980 mil toneladas de fertilizantes fosfatados. De acordo com a Yara, o complexo demanda cerca de 970 funcionários permanentes e mais 930 contratados.

Por meio de nota, a Yara afirmou que pretende investir cerca de US$ 80 milhões na planta até 2020, com o objetivo de materializar sinergias anuais de US$ 25 milhões através de uma combinação de otimização de custo, ativos e portfólio de produtos.

“Yara e Galvani produzem atualmente em torno de 2 milhões de toneladas de fertilizantes e, com a aquisição deste ativo, iremos somar mais 1 milhão, totalizando 3 milhões de toneladas de produção de fertilizantes no país. Já no segmento de soluções industriais, que contempla produtos para indústrias como as de alimentos, papel e celulose, mineração, soluções ambientais entre outras, duplicaremos nossa capacidade de produção e comercialização passando de 500 mil para 1 milhão de toneladas”, afirma Hanzen.

“A Yara está investindo forte no Brasil. Além da aquisição da Vale Cubatão Fertilizantes Ltda., estamos avançando no projeto de mineração e produção de Serra do Salitre (MG), duplicando o parque fabril de Rio Grande (RS), e construindo a nossa primeira unidade de fertilizantes foliares no País, em Sumaré (SP). Agora vamos focar na otimização destas operações”, explica o presidente da Yara Brasil.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui