Empresa foi contratada pela mineradora e, segundo o laudo, os níveis de estabilidade estão acima do exigido pela legislação.

A CSN Mineração protocolou na quinta-feira (30), no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), um laudo que atesta a segurança da barragem Casa de Pedra, localizada na cidade mineira de Congonhas. O diagnóstico foi feito por uma empresa externa, a Dam Engenharia, e garante a estabilidade completa da estrutura.

Segundo a mineradora, todos os questionamentos de segurança feitos pelo MPMG foram respondidos no documento. Agora, o laudo será protocolado no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Em nota de divulgação à imprensa, a CSN afirmou que a obra no dique está em fase final de implantação e, com isso, os fatores de segurança subiram para 1.6 e 1.8, em cada lado. Dessa forma, os índices no local ficaram acima dos níveis exigidos pela legislação dos órgãos responsáveis, como o DNPM. Agora, serão feitas as atividades de recuperação vegetal do local.

“A CSN Mineração enfatiza que o diálogo que tem acontecido entre empresa, órgãos e comunidade tem sido fundamental para pensarmos juntos as ações que garantam um Plano de Emergência cada vez mais eficaz. Prova disso, é o seminário que será realizado com as partes envolvidas para que todos apresentem, durante as oficinas, propostas que contribuam com soluções para a melhoria do Plano de Emergência da Barragem Casa de Pedra”.

Além desses seminários, a companhia  vai desenvolver novos simulados ensinando como agir em caso de rompimento de barragem, tal como o que foi feito no dia 26 de novembro. As datas serão divulgadas pela empresa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui