Dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgado pelo Ministério do Trabalho.

A indústria extrativa mineral encerrou 1.155 postos de trabalho no mês de novembro. Foi o que mostrou o último levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira (27).

De janeiro a novembro, o número de postos fechados no setor já alcança o número de 3.521. O ano não foi muito positivo no que se refere a vagas de trabalho abertas. No período, apenas em abril o número de admissões (263) foi superior ao de demissões.

Ainda de acordo com o documento, a indústria de transformação também registrou saldo negativo de empregos no mês anterior, atingindo um total de 29.006 demissões.

Geral

Dos oito setores da economia analisados pelo Ministério do Trabalho, sete demitiram mais do que contrataram. Além da indústria extrativa mineral e de transformação, perderam postos os setores de: serviços (- 2.972 vagas); agricultura (- 21.761); serviços de utilidade pública (- 814); administração pública (- 2.360) e construção civil (-22.826).

O único setor que registrou saldo positivo nas contratações foi o de comércio, com a abertura de 68.602 postos de trabalho, puxados, principalmente, pelas contratações do final de ano.

No total, 12.292 vagas de trabalho com carteira assinada foram encerradas no país em novembro deste ano, mês em que entraram em vigor as novas regras da Reforma Trabalhista. Além disso, no mês passado 3.067 trabalhadores foram contratados via contrato intermitente e 231, via contrato parcial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui